VIAGENS 02.DEZ.2016

Arquitetura faz um passeio pela história

Pelotas, na região Sul do Rio Grande do Sul, já é referência nacional em arquitetura eclética.

A exemplo de Ouro Preto, cidade mineira conhecida pelos prédios coloniais históricos, Pelotas, na região Sul do Rio Grande do Sul, já é referência nacional em arquitetura eclética. Atualmente, cerca de 1,7 mil prédios do município estão inventariados pelo patrimônio histórico e cultural e outros 25 são tombados. Algumas construções datam do século 19 e precisam de reparos.


Regulado pela lei 4.568/00, o inventário é um reconhecimento da arquitetura e do espaço urbano e tem por objetivo preservar o conjunto das edificações urbanas. Os bens inventariados, ao contrário dos tombados – que devem ser preservados integralmente, não podendo ser demolidos e nem descaracterizados – resguardam as fachadas públicas e permite alterações internas das construções.

 

A maioria dos casarões é isenta de IPTU, numa forma de incentivar a conservação de fachadas e telhados, consideradas características fundamentais dessas habitações. Quem não cumpre, no entanto, o padrão do manual da Secretaria de Cultura não está isento do imposto.


Dos imóveis tombados, 16 estão no Centro Histórico, com destaque para o Paço Municipal, Mercado Central, Grande Hotel, Casa do Senador Assumpção, Casa 2 — Secretaria de Cultura, Casa 6 — Museu da Cidade, Casa 8 — Museu do Doce, Antigo Quartel Revolução Farroupilha e Theatro Sete de Abril.


Tombado pelo patrimônio histórico e cultural do Estado, o Palacete Paysandu, em frente à praça Cipriano Barcelos foi construído no século 19 pelo Visconde da Graça, foi o endereço do escritor João Simões Lopes Neto. O sobrado da família Moreira Ribas, localizado na rua da Félix da Cunha, foi construído em 1854 e restaurado entre 1999 e 2002.


Imóveis tombados


Caixa D’água; Casarões 2, 6 e 8; Theatro Sete de Abril; Obelisco Republicano, no Areal Casa da Banha; Palacete Paysandu, Grande Hotel; Mercado Público; Paço Municipal; Antiga Escola de Agronomia Eliseu Maciel; Antiga Escola de Belas Artes; Estação Ferroviária; Antiga sede do Jockey Club; Conservatório de Música; Clube Comercial; Solar do Barão da Conceição; Solar da Baronesa; Ponte do Arroio Santa Bárbara.

COMENTÁRIOS
© Copyright 2021 SIM Rede de Postos