NA ESTRADA 23.NOV.2016

Tecnologias buscam a segurança das motocicletas

Atualmente existem várias tecnologias de motocicletas voltadas para a segurança tanto do piloto quando do veículo.

Atualmente existem várias tecnologias de motocicletas voltadas para a segurança tanto do piloto quando do veículo. Uma atuam nas rodas, outras no acelerador e até na suspensão, melhorando a performance em situação de emergência. Há ainda as tecnologias que visam a aprimorar a forma de condução do motociclista e alertar para possíveis erros ou para fazer intervenções durante essa conduta.

 

Veja, a seguir, as tecnologias disponíveis que se destacam.

 

RBW (Ride Bi Wire - acelerador eletrônico)
Esse sistema utiliza um potenciômetro na manola do acelerador, que informa a ECU (Engine Control Unit) sobre a variação ou posicionamento do acelerador. Os dados são tratados pela central, que pilota o censor da posição da borboleta, abrindo e fechando quando necessário.


TCS (Traction Control System – Sistema de Controle de Tração)
Com a utilização de sensores nas rodas, fica possível detectar instantaneamente a diferença de velocidade entre rodas dianteira e traseira, que seria o deslizante. Por meio da comparação de dados pela ECU a tecnologia realiza o retardamento da ignição para que a motocicleta possa recuperar a tração.


MSC (Motorcycle Stabily Control – Controle de Estabilidade para Motocicletas)
Com esse sistema, o piloto pode frear e acelerar em estradas retas e curvas sem perder o desempenho dinâmico da moto, mantendo o veículo na posição desejada. O sistema faz análises como, por exemplo, a velocidade da roda, o ângulo de inclinação, aceleração, frenagem de pressão, entre outros dados. Os sensores passam todas as informações para o ECU, responsável por comandar o sistema de freios antitravamentos –ABS, e o controle de tração.

 

RLM (Rear Wheel Lift Mitigation – Antielevação da Roda Traseira)
Esse recurso evita que haja o levantamento indevido da roda traseira no caso de uma frenagem de emergência, o que desestabilizaria a moto. Mais conhecido como RL, o sistema atua por meio do ABS.

 

IMU (Inertial Measurement Unit – Unidade de Medição Inercial)
Combina o conjunto de giroscópios e acelerômetros para analisar a movimentação do veículo em várias direções.

 

Fonte: Cervi Brasil ( Centro de Experimentação e Segurança Viário)

COMENTÁRIOS

Cadastre-se e receba
conteúdos e novidades!

Posts mais lidos

Arquivo

© Copyright 2021 SIM Rede de Postos